Sueli Pini

 

 

 

 

 

 

 

A Desembargadora, Professora e Dra. Sueli Pereira Pini,  Magistrada do Tribunal de Justiça do Estado do Amapá estará presente no 1Congresso Internacional Hellinger de Direito Sistêmico e nos contou um pouco sobre os projetos de solução pacífica de conflitos promovidos pelo IAPEN – Instituto de Administração Penitenciária.

Dois projetos tiveram resultados muito satisfatórios :

Projeto Constelação Familiar no Cárcere no Macapá, que promove oficinas de Constelação Familiar para presidiárias do Instituto de Administração Penitenciária do Estado (IAPEN) – Penitenciária Feminina tendo como responsáveis o NUPEMEC – Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos – e o Tribunal de Justiça TJAP

Projeto de Treinamento para Agentes e Educadores do IAPEN na cidade do Macapá, que promove treinamento para servidores agentes penitenciários, educadores e acadêmicos voluntários, que tem como responsável o NUPRE – Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas.

No Projeto Constelação Familiar no Cárcere no Macapá temos o seguinte histórico: Desde 2016 a “Justiça Restaurativa” é utilizada no IAPEN, por meio dos Círculos Restaurativos. Em novembro de 2017 foi realizada a primeira oficina de Constelações Familiares com 15 homens da Penitenciária Masculina. A maioria jovens de 18 a 22 anos que estavam no sistema prisional pela primeira vez e sairiam em breve.

Após a oficina de constelação familiar foi observada grande mudança no comportamento desses presos, que melhoraram o relacionamento com a família, reconheceram a paternidade de filhos, entre outras situações positivas de soluções de conflitos.

A partir desta experiência foi desenvolvido um projeto para mulheres presas, que já participam dos Círculos Restaurativos. A direção do Presídio escolheu a 20 presidiárias com penas que variam entre três à perpétua para que possam ser mensurados os resultados durante um ano de acompanhamento, com uma oficina ao mês.

A cada oficina de duas horas, é trabalhado um tema, utilizando-se de explanações sobre as “leis da Vida” de Bert Hellinger, exercícios sistêmicos e constelações de casos. Após o encontro todas as participantes respondem a um simples questionário de avaliação. Também a psicóloga que atende a estas detentas responde a outro tipo de questionário. Participam dos encontros, como observadores alguns acadêmicos de psicologia e assistência social; a diretora do Presídio Feminino, agentes de segurança e educadores e voluntários do NUPEMEC.

Já no Projeto de Treinamento para Agentes e Educadores do IAPEN, desde dezembro de 2016 havia o interesse de oferecer um treinamento aos servidores para melhor compreensão das Leis da Vida de Bert Hellinger, pois devido às condições de pressão a que são submetidos alguns estes agentes se tornavam irritados, olhavam os detentos como “excluídos” e alguns até adoeciam emocionalmente.

Foi desenvolvido um projeto em 06 Módulos de um dia de trabalho para estes agentes, utilizando-se as técnicas de constelações, exercícios sistêmicos e constelando casos e situações do seu dia-a-dia de trabalho. Após cada Módulo os participantes respondem a um simples questionário de avaliação para que possam ser mensurados os resultados dos 06 encontros. Também a educadora do IAPEN responde a outro tipo de questionário. Participam mais de 30 servidores, entre Agentes, Educadores, Acadêmicos e Voluntários.

Sueli Pini tem um currículo extenso em seus 25 anos de magistratura. Além de ser titular por mais de16 anos no sistema dos Juizados Especiais, foi convidada, em 2014, pela Coordenadoria do Conselho Gestor do E. Tribunal de Justiça de Santa Catarina para palestrar sobre o tema “Acesso efetivo à Justiça por meio de conciliação e mediação”, por ocasião do IV Encontro Estadual do Sistema de Juizados Especiais e Programas Alternativos de Solução de Conflitos do TJ/SC.

Iniciativas como essas estão sendo aplicadas amplamente pelo Brasil afora, trazendo uma justiça mais humanizada e paz para os envolvidos.

Contato: SUELI PEREIRA PINI
End: Rua Hildemar Maia, nº 585 – Bairro: Santa Rita
Macapá-Amapá-Brasil – Fones: (96) 9112-6918

Inscrições para o congresso: http://congressodireitosistemico.com.br/

Credito de imagem: http://www.tjap.jus.br/portal/publicacoes/noticias/7419-boas-pr%C3%A1ticas-da-justi%C3%A7a-do-amap%C3%A1-ser%C3%A3o-apresentadas-no-workshop-%E2%80%9Cinova%C3%A7%C3%B5es-na-justi%C3%A7a-o-direito-sist%C3%AAmico-como-meio-de-solu%C3%A7%C3%A3o-pac%C3%ADfica-de-conflitos%E2%80%9D.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *